Peônia, ruborizar de prazer

Conhecida desde a antiguidade por suas propriedades medicinais, ornamentais e cosméticas, considerada na China como a “rainha das flores”, a Peônia enlouquece colecionadores. Há mais de 150 anos, a Maison Rivière a exalta de diversas formas.
Por Sarah Carrière-Chardon

A história começa em 1848, em Caluire, na região de Rhône. O renomado Fleury Jean-Baptiste Gabriel Ruitton e seu filho François criam as primeiras culturas de Peônias herbáceas. Seu genro Benoit Rivière faz a técnica prosperar introduzindo as Peônias de arbusto e, seis anos depois, em 1908, são catalogadas 400 espécies que os permite percorrer Paris, Londres e Turin, onde ganham diversos prêmios que estabelecem definitivamente a reputação da Maison. Desde então, cada geração dá o seu toque, alguns introduzindo tipos raros vindos da Suíça ou Japão, enquanto outros aperfeiçoam técnicas de floração.

Em 1990, Jean-Luc Rivière, o sexto da geração, se estabeleceu em Crest, cruzamento das regiões de Rhône, Dauphine, Vercors e da Provence, dedicada exclusivamente à bela Peônia.

O nome Peônia vem do deus grego Péon, mencionado na escrita linear B de Cnossos, em Creta, por ter curado Ares e Hades de ferimentos. Hipócrates teria também utilizado as flores para curar males femininos. Outra versão da lenda conta que uma ninfa chamada Paeonia foi transformada em “Flores de mil pétalas” por ter feito ciúmes a uma deusa.

As linhas Pivoine Flora e Pivoine Délicate da L’Occitane en Provence apresentam o frescor dessa flor legendária e uma fragrância sutil e feminina. A variedade arbustiva da Peônia vem da China, onde é chamada Mudan, variando entre suas qualidades medicinais e ornamentais.

Em Crest, encontramos campos a perder de vista com 650 variedades da coleção: você vai se apaixonar pela dramática Sarah Bernhard, best seller absoluto, ou pela Festiva Maxima, tão frondosa, ou ainda pela minimalista e luminosa Néon. Lá, todas as Peônias são cultivadas, colhidas e bem tratadas o tempo que for necessário para alcançarem a maturidade plena. Segundo métodos tradicionais de divisão e enxerto, a planta será entregue de 3 a 7 dias, dependendo de sua variedade. Se o catálogo não for suficiente, você poderá sempre acompanhar a criação de novas flores! De 15 de abril a 1º de junho, a Maison Rivière abre suas portas para que você possa colhê-las pessoalmente.

Veja também
Pivoines Rivière
La Plaine
26400 Crest
www.pivoinesriviere.com
Peônia Rivière
Peônia Rivière
Drôme
Fotografia Pivoines Rivière

Últimos Artigos

Cinco dicas para prolongar o bronzeado

Cinco dicas para prolongar o bronzeado

Quando voltamos das férias, trazemos conosco tudo o que conquistamos durante o verão, inclusive uma pele dourada com o brilho do sol. A L’Occitane en Provence indica alguns hábitos de beleza que nos ajudam a continuar a brilhar com o passar das estações.
Os terraços da Provence  com as vistas mais incríveis que você já viu

Os terraços da Provence com as vistas mais incríveis que você já viu

Perfeitas para experiências marcantes durante verão, as vistas de rooftops a céu aberto são lugares perfeitos para relaxar a qualquer hora do dia. A L’Occitane en Provence conta quais são os melhores lugares para aproveitar as férias com uma vista panorâmica de tirar o fôlego.